Oscar Araripe
Home Some Exhibitions Collections Posters The Painter Articles (Portuguese) My Life as a Painter The Foundation Links For Art Classroons Contact
The Dance of the Flag Ant Eater
California / San Simeon
Porto Seguro Seascapes
Tiradentes' Horse
Trancoso, Seahouses and Landscapes
Oscar Araripe's Tarot.
Ceará / Seascapes, Araripe, Bárbara e Iracema.
Casitas Cubanas
Porto Seguro / Pen and ink
Caribbean Repetrogliphos
Tiradentes / Pen and ink
An American Springtime
Tiradentes Reviewed
Recent Flowers
Recent Paintings
Cuban Flowers
Jar of Flowers
Brazil Never More Brazil
Tiradentes, the Animoso Lieutenent
Caraíva Bahia Reflected
The Dance of the Flag Ant Eater
California / San Simeon
Porto Seguro Seascapes
Tiradentes' Horse
Trancoso, Seahouses and Landscapes
Oscar Araripe's Tarot.
Ceará / Seascapes, Araripe, Bárbara e Iracema.
Casitas Cubanas
Porto Seguro / Pen and ink
Caribbean Repetrogliphos
Tiradentes / Pen and ink
An American Springtime
Tiradentes Reviewed
Recent Flowers
Exhibitions
Curriculum
Life, Literature and the Like
Literature (Portuguese)
The Painter
The Dance of the Flag Ant Eater
California / San Simeon
Porto Seguro Seascapes
Tiradentes' Horse
Trancoso, Seahouses and Landscapes
Oscar Araripe's Tarot.
Ceará / Seascapes, Araripe, Bárbara e Iracema.
Casitas Cubanas
Porto Seguro / Pen and ink
Caribbean Repetrogliphos
Tiradentes / Pen and ink
An American Springtime
Tiradentes Reviewed
Recent Flowers
Recent Paintings
Cuban Flowers
Jar of Flowers
Brazil Never More Brazil
Tiradentes, the Animoso Lieutenent
Caraíva Bahia Reflected
The Dance of the Flag Ant Eater
California / San Simeon
Porto Seguro Seascapes
Tiradentes' Horse
Trancoso, Seahouses and Landscapes
Oscar Araripe's Tarot.
Ceará / Seascapes, Araripe, Bárbara e Iracema.
Casitas Cubanas
Porto Seguro / Pen and ink
Caribbean Repetrogliphos
Tiradentes / Pen and ink
An American Springtime
Tiradentes Reviewed
Recent Flowers
Art School in Brazil and abroad
The Dance of the Flag Ant Eater
California / San Simeon
Porto Seguro Seascapes
Tiradentes' Horse
Trancoso, Seahouses and Landscapes
Oscar Araripe's Tarot.
Ceará / Seascapes, Araripe, Bárbara e Iracema.
Casitas Cubanas
Porto Seguro / Pen and ink
Caribbean Repetrogliphos
Tiradentes / Pen and ink
An American Springtime
Tiradentes Reviewed
Recent Flowers
Recent Paintings
Cuban Flowers
Jar of Flowers
Brazil Never More Brazil
Tiradentes, the Animoso Lieutenent
Caraíva Bahia Reflected
The Dance of the Flag Ant Eater
California / San Simeon
Porto Seguro Seascapes
Tiradentes' Horse
Trancoso, Seahouses and Landscapes
Oscar Araripe's Tarot.
Ceará / Seascapes, Araripe, Bárbara e Iracema.
Casitas Cubanas
Porto Seguro / Pen and ink
Caribbean Repetrogliphos
Tiradentes / Pen and ink
An American Springtime
Tiradentes Reviewed
Recent Flowers
Exhibitions
Curriculum
Life, Literature and the Like
Literature (Portuguese)
The Painter
The Dance of the Flag Ant Eater
California / San Simeon
Porto Seguro Seascapes
Tiradentes' Horse
Trancoso, Seahouses and Landscapes
Oscar Araripe's Tarot.
Ceará / Seascapes, Araripe, Bárbara e Iracema.
Casitas Cubanas
Porto Seguro / Pen and ink
Caribbean Repetrogliphos
Tiradentes / Pen and ink
An American Springtime
Tiradentes Reviewed
Recent Flowers
Recent Paintings
Cuban Flowers
Jar of Flowers
Brazil Never More Brazil
Tiradentes, the Animoso Lieutenent
Caraíva Bahia Reflected
The Dance of the Flag Ant Eater
California / San Simeon
Porto Seguro Seascapes
Tiradentes' Horse
Trancoso, Seahouses and Landscapes
Oscar Araripe's Tarot.
Ceará / Seascapes, Araripe, Bárbara e Iracema.
Casitas Cubanas
Porto Seguro / Pen and ink
Caribbean Repetrogliphos
Tiradentes / Pen and ink
An American Springtime
Tiradentes Reviewed
Recent Flowers

Carta a Vicente Botin XLXVIII / de e para Oscar Araripe / O dia em que Imprensa morreu

Amigos Sol e Vicente,
 
Chegamos. Que aventura! Como sou impetuoso e louco.Estamos preocupados com vocês em Havana, e digam-nos como estão com este furacão, que por pouco, por horas, também não nos prende em Havana.Tudo nos prende em Havana. Devo me penitenciar e muito por decisão tão soberana e desvairada de querer expor em Cuba.Quanta lamera, quanta loucura...
De volta à casa vejo meus filhos ansiosos pelos poucos presentes que conseguimos comprar, e até ganhar, representando assim a alegria de nos ter de volta, os pais à casa. A casa, Vicente! A Casa. Viver é recuperar a casa perdida. Penso em vocês em Madrid muito mais cedo do que imaginam.
Estamos em casa.
Desculpem-nos, não imaginávamos o mínimo as dificuldades pelas quais estão passando.Mas saibam nos sentimos como príncipes na hospedagem da sua casa, um oásis de glamour e carinho neste mundo cheio de nada, vendo a face e as entranhas dos santos e demônios, à altura de um Deus ensandecido, pobre Málecon. Que lugar, meu Deus. Deves estar louco, como nós, em simbiose - este Deus, este Homem - para inventar esta tal Cuba. Deus, mas não o meu.
Cidinha manda um beijão. Adorou a pulseira proibida de tartaruga que Sol lhe deu.Que coisa sensual, romântica.
Gostei muito de revê-los; e você, Vicente, ficou nas suas camisas tão lindas de Miami; e Sol radiante de presença e importância. Jamais esquecerei sua maionese de extravirgem farto, feita com suas próprias mãos.
Amigo -, esta foi a viagem mais incrível da minha vida. Muito maior do que a da China, uma viagem que inventei. Quantos riscos, meu Deus, vivi nesta minha conversão. Cubanacan...
Imagine, fugir de um furacão, ficar em um furacão.Estamos loucos, Senhor!!!!
Gostei, gostei deste horror!
Fui e driblei o Furacão.
Pobre Cuba, que linda és Cuba.
Beijos, Oscar, Beijos Cidinha.
 
...ali estava ela, destruindo, transformando os tijolos da torre em confete...
Puro bolero da vossa parte. Gentil-homem!? Eu ?Jamais. Eu sou um nerdental de Portugal, último de uma linhagem de bons pescadores, palmilhando mãos e portos do Mediterrâneo, como meu avô Insibulus Trasíbulus Marcoisos, até que dei de cara com uma bela cron-manghon, loira como uma bola de sol, uma bola de fios de sol, e me apaixonei. E logo fiquei sozinho no mundo, o primeiro da nossa raça. E' isso, fui miscigenado ali, na Foz do Mondengo, duas vezes vindo da Espanha.O resto era ignorância. Régua, Lamego, eu vinha da Espanha, terra dos ossos, rosas de ossos, espinhos sangrados, mulheres sozinhas, tudo pedra e sal. Tauromaquia.
Se quiser saber fomos muito felizes em La Pedrera, à vista do Escorial. Pedras, aqui o leito de pedras do mar.
Estranho mundo o dos paralelos. Ali no Araripe era tudo pedra. Um bom lugar para o amor. Aqui o frio de pedra era aquecido pelo fogo.O fogo dela.
Eu sim era um gentil-homem, um belo salamanquiado, um correspondente em Buenos Ayres da tevê que não me vê espanhola. Mas, tal cargo certamente significava mais, embora fosse grande a Glória do homem que consegue ser correspondente da Espanha, das Canárias, do Marrocos, e ainda em Buenos Ayres. Logo eu que gostava de boleros.Hum.Grande bosta o destino.Mas como ele me tinha sido pródigo ao me colocar no colo aquela mulher atriz, atriz mulher e de boca...e não só. Cabelos ? Você se lembra dos cabelos de La Violetera ?
Ela me disse simplesmente, na cama, horas depois de um haxixe, que a Liberdade era ser jovem e belo como eu.Tive vontade, súbito, de lhe dar um presente. Mas, como presenteá-la ,se eu não tinha um tostão, ou melhor, havia gastado tudo. A simplicidade é a mais cara das vidas.Como não explodir uma champanhe com uma mulher daquelas. Sim, ela ali, nua, e quase de graça. Digo quase de graça porque no fundo temia que Dassin me matasse, já havia feito isto muitas vezes, em seus filmes terríveis da fase americana e da européia, e eu temia e tremia ao pensar que ele pudesse não gostar de mim, afinal...mas, estranhamente, ele gostava, e muito. Um dia ele me pediu que eu lhe tirasse umas cartas. Disse-lhe que fosse às 15 para às 11 de segunda-feira 19 de maio de 2003 à minha página www.oscarararipe.com.br e fizesse seu jogo. De antemão lhe disse que tudo que aprendi ou vivi com La Violetera estava ali, naquelas cartas, refletidas, que meu amigo Oscar Araripe havia há anos pintado e que tanto enciumara a Picasso, aquele fauno-pintor, pesadamente erótico.
Um bom domingo estimados amigos, belo e jovem como vocês.
Oscar. - miscigenado no Ceará, aqui chegado numa jangada, um espanhol rachado mas por entero, naqueles lábios de mel.
Disse-lhe já no quarto do hotel em Roma, que adorava as virgens. Não se importou. La Zarzuela me lembrava a Chapada do Araripe, tudo velho e plantado, árvores deixando ver o sol e que sopravam ventos chorosos. Disse-lhe sim que devíamos atrair o Príncipe das Astúrias para uma busca e aquisição de fósseis do Araripe, arcaico mar de peixes de pedra, lugar cemitério do cretáceo, cemitério da humanidade, um cemitério belíssimo, de águas mineralizadas, quase inorgânicas. Na verdade sabíamos que sem o apoio do Reino da Espanha dificilmente conseguiríamos que England nos devolvesse os mármores do Partenon. Sim, digo os mármores porque não foram só as frisas. Outro mármores também dos deuses foram levados a London por aqueles nem tão ingênuos ladrões.Grands ladrões. O Príncipe haveria de nos apoiar.O Rei do Marrocos já havia dito que por ele pouco importava e que decidisse o Rei da Espanha. Então, peça ao filho que o pai e mãe atendem - disse-lhe. E aspirei o mais que pude daquele ar fresco da tarde.Disse-lhe : um dia ainda pintarei La Zarzuela. E a beijei muitas vezes.
Um dia disse a Dassin que o êrro de Hollywood tinha sido o beijo só. O amor mesmo, diante daquela boca, é como uma procura insaciável de beijos. Beijos, muitos beijos num banco de La Zarzuela.
Bem, não sei porque ele marcou nosso encontro nas montanhas rochosas do Escorial. Ou melhor, sei, mas foi uma grande surpresa. Estávamos ali a 100 passos deles, de toda a família real. Certamente alguns ministros para entregar cópias da petição.
Quem conhece o Escorial, por dentro e por fora, de todos os lados, distâncias, como eu, pois ali numa casinha de pedra confortável, quase hich-tec, passei 1 mês inteiro com ela, sozinhos...O Araripe, o Escorial era tudo sal e pedra, ou melhor pedra e sol.
Sabia o dileto amigo jornalista que já àquela época ela dizia que a Imprensa ia morrer ? Dizia e repetia, e só hoje compreendo porque. Eu era um jornalista ingênuo, que acreditava nos valores da inteligência, da genialidade, da independência e da liberdade.
Um afetuoso abraço para Sol,
Oscar.
 
Sent: Saturday, May 17, 2003 5:30 PM
Subject: Re: Re: Nueva Confirmación
 
Sim, duplamente. Tenho recebido suas últimas duas mensagens duas vezes. Lindas mensagens. Acabo de responder, torcendo para que vocês tenham tempo para ler e se distrair. Você tem guardado nossos textos ? Eu tenho todos. Exceto um, que estou na dúvida se mandei. E' um cheio de absurdos, onde eu digo que o verdadeiro artista não pensa em arte, só em dinheiro. Foi até bom não ter mandado. Eu digo que não acredito em Deus, etc...essas calúnias.
Humm...tarot picassiano !? Eu só quis fazer um tarot com a imagem do nosso tempo, que fosse libertário (você mesmo interpreta as cartas) e distantes das imagens culturais existentes, tipo, egípcio, de Marseille, Cigano, da Cabala, etc...Um Tarot araripista.
Uma vez pus umas cartas para La Violetera. Foi um jogo muito bonito. Girou em torno do Louco e da Torre. Ali estava ela, transformando as torres em confete e se entregando em meus braços. Jamais tive medo ou ciúme de Dassin. Ela nunca me falou sobre ele. Uma vez, em Paris, chez elle, Dassin e eu conversamos sobre o Brasil. Disse-lhe que no futuro os homens passariam pelas mulheres. Ele disse preferir a monogamia, gostava mais de cinema.Eu tinha 22 anos e só pensava em sexo. Sexo e Poder. Mas, havia aquela boca...e a tarde era primaveril. Foi como me expliquei.
Bem, passeávamos nos jardins de La Zarzuela. Na verdade esperávamos. Jules ia a Bruxelas e íamos ter a casa e o fim de semana só para nós. Acabávamos de deixa-lo no aeroporto. Ele perguntou se eu tinha dinheiro. Disse que pouco e ele me passou 500 francos, e me deu o telefone de onde estaria.
Sentamo-nos, ali , dois pombinhos, quando apareceu de repente La Violetera. Comprei-lhe um raminho e dei-lhe um prolongado beijo. Ela então me disse que era La Violetera - e até pediu que a chamasse assim : La Violetera.
Horas depois ficamos a sós, por dois dias, num apartamento muito bonito, no canal de San Martin, sem sair do quarto. Ela adorava cogumelos. Minto, saímos sim, uma noite. Tomamos vinho com pão e funghi passado no azeite. Ela gostava de falar de Sófocles. Mas, isto é uma outra história.
Eu a amei como ninguém. Nunca a inclui como uma conquista. Mas Dassin, Dassin me intrigava. Eu, no lugar dele, teria me matado.
Vá se entender um cineasta francês...!
Abraços do seu querido confessor,
Oscar.
 
 
 
 
« previous       next »
Articles
 
Home Some Exhibitions Collections Posters The Painter Articles (Portuguese) My Life as a Painter The Foundation Links For Art Classroons Contact
The Dance of the Flag Ant Eater
California / San Simeon
Porto Seguro Seascapes
Tiradentes' Horse
Trancoso, Seahouses and Landscapes
Oscar Araripe's Tarot.
Ceará / Seascapes, Araripe, Bárbara e Iracema.
Casitas Cubanas
Porto Seguro / Pen and ink
Caribbean Repetrogliphos
Tiradentes / Pen and ink
An American Springtime
Tiradentes Reviewed
Recent Flowers
Recent Paintings
Cuban Flowers
Jar of Flowers
Brazil Never More Brazil
Tiradentes, the Animoso Lieutenent
Caraíva Bahia Reflected
The Dance of the Flag Ant Eater
California / San Simeon
Porto Seguro Seascapes
Tiradentes' Horse
Trancoso, Seahouses and Landscapes
Oscar Araripe's Tarot.
Ceará / Seascapes, Araripe, Bárbara e Iracema.
Casitas Cubanas
Porto Seguro / Pen and ink
Caribbean Repetrogliphos
Tiradentes / Pen and ink
An American Springtime
Tiradentes Reviewed
Recent Flowers
Exhibitions
Curriculum
Life, Literature and the Like
Literature (Portuguese)
The Painter
The Dance of the Flag Ant Eater
California / San Simeon
Porto Seguro Seascapes
Tiradentes' Horse
Trancoso, Seahouses and Landscapes
Oscar Araripe's Tarot.
Ceará / Seascapes, Araripe, Bárbara e Iracema.
Casitas Cubanas
Porto Seguro / Pen and ink
Caribbean Repetrogliphos
Tiradentes / Pen and ink
An American Springtime
Tiradentes Reviewed
Recent Flowers
Recent Paintings
Cuban Flowers
Jar of Flowers
Brazil Never More Brazil
Tiradentes, the Animoso Lieutenent
Caraíva Bahia Reflected
The Dance of the Flag Ant Eater
California / San Simeon
Porto Seguro Seascapes
Tiradentes' Horse
Trancoso, Seahouses and Landscapes
Oscar Araripe's Tarot.
Ceará / Seascapes, Araripe, Bárbara e Iracema.
Casitas Cubanas
Porto Seguro / Pen and ink
Caribbean Repetrogliphos
Tiradentes / Pen and ink
An American Springtime
Tiradentes Reviewed
Recent Flowers
Art School in Brazil and abroad
The Dance of the Flag Ant Eater
California / San Simeon
Porto Seguro Seascapes
Tiradentes' Horse
Trancoso, Seahouses and Landscapes
Oscar Araripe's Tarot.
Ceará / Seascapes, Araripe, Bárbara e Iracema.
Casitas Cubanas
Porto Seguro / Pen and ink
Caribbean Repetrogliphos
Tiradentes / Pen and ink
An American Springtime
Tiradentes Reviewed
Recent Flowers
Recent Paintings
Cuban Flowers
Jar of Flowers
Brazil Never More Brazil
Tiradentes, the Animoso Lieutenent
Caraíva Bahia Reflected
The Dance of the Flag Ant Eater
California / San Simeon
Porto Seguro Seascapes
Tiradentes' Horse
Trancoso, Seahouses and Landscapes
Oscar Araripe's Tarot.
Ceará / Seascapes, Araripe, Bárbara e Iracema.
Casitas Cubanas
Porto Seguro / Pen and ink
Caribbean Repetrogliphos
Tiradentes / Pen and ink
An American Springtime
Tiradentes Reviewed
Recent Flowers
Exhibitions
Curriculum
Life, Literature and the Like
Literature (Portuguese)
The Painter
The Dance of the Flag Ant Eater
California / San Simeon
Porto Seguro Seascapes
Tiradentes' Horse
Trancoso, Seahouses and Landscapes
Oscar Araripe's Tarot.
Ceará / Seascapes, Araripe, Bárbara e Iracema.
Casitas Cubanas
Porto Seguro / Pen and ink
Caribbean Repetrogliphos
Tiradentes / Pen and ink
An American Springtime
Tiradentes Reviewed
Recent Flowers
Recent Paintings
Cuban Flowers
Jar of Flowers
Brazil Never More Brazil
Tiradentes, the Animoso Lieutenent
Caraíva Bahia Reflected
The Dance of the Flag Ant Eater
California / San Simeon
Porto Seguro Seascapes
Tiradentes' Horse
Trancoso, Seahouses and Landscapes
Oscar Araripe's Tarot.
Ceará / Seascapes, Araripe, Bárbara e Iracema.
Casitas Cubanas
Porto Seguro / Pen and ink
Caribbean Repetrogliphos
Tiradentes / Pen and ink
An American Springtime
Tiradentes Reviewed
Recent Flowers