Oscar Araripe
Início Algumas Exposições Coleções Posters O Pintor Minha Vida de Pintor Artigos A Fundação Arte para Salas de Aula Links Contato
A Dança do Tamanduá Bandeira
Califórnia / San Simeon
Porto Seguro
Cavalo de Tiradentes
Trancoso, Casinhas e Marinhas
O Tarot de Oscar Araripe
Ceará / Marinhas, Araripe, Bárbara e Iracema
Casitas Cubanas
Porto Seguro / Bicos-de-pena
Repetróglifos Caribenhos
Tiradentes / Bicos-de-pena
Uma Primavera Americana
Tiradentes Revisitada
Flores Novíssimas
Pinturas Recentes
Flores Cubanas
Jarros de Flores
O Brasil Nunca Mais o Brasil
Tiradentes, o Animoso Alferes
Caraíva dos Reflexos
A Dança do Tamanduá Bandeira
Califórnia / San Simeon
Porto Seguro
Cavalo de Tiradentes
Trancoso, Casinhas e Marinhas
O Tarot de Oscar Araripe
Ceará / Marinhas, Araripe, Bárbara e Iracema
Casitas Cubanas
Porto Seguro / Bicos-de-pena
Repetróglifos Caribenhos
Tiradentes / Bicos-de-pena
Uma Primavera Americana
Tiradentes Revisitada
Flores Novíssimas
Exposições
Currículo
Vida, Literatura e Afins
Literatura
O Pintor
A Dança do Tamanduá Bandeira
Califórnia / San Simeon
Porto Seguro
Cavalo de Tiradentes
Trancoso, Casinhas e Marinhas
O Tarot de Oscar Araripe
Ceará / Marinhas, Araripe, Bárbara e Iracema
Casitas Cubanas
Porto Seguro / Bicos-de-pena
Repetróglifos Caribenhos
Tiradentes / Bicos-de-pena
Uma Primavera Americana
Tiradentes Revisitada
Flores Novíssimas
Pinturas Recentes
Flores Cubanas
Jarros de Flores
O Brasil Nunca Mais o Brasil
Tiradentes, o Animoso Alferes
Caraíva dos Reflexos
A Dança do Tamanduá Bandeira
Califórnia / San Simeon
Porto Seguro
Cavalo de Tiradentes
Trancoso, Casinhas e Marinhas
O Tarot de Oscar Araripe
Ceará / Marinhas, Araripe, Bárbara e Iracema
Casitas Cubanas
Porto Seguro / Bicos-de-pena
Repetróglifos Caribenhos
Tiradentes / Bicos-de-pena
Uma Primavera Americana
Tiradentes Revisitada
Flores Novíssimas
Arte nas Escolas / Arte-educação é fundamental / Educa, ensina, sensibiliza e eleva os professores e os alunos.
Escola Caracol / Porto Alegre / RGS
A Dança do Tamanduá Bandeira
Califórnia / San Simeon
Porto Seguro
Cavalo de Tiradentes
Trancoso, Casinhas e Marinhas
O Tarot de Oscar Araripe
Ceará / Marinhas, Araripe, Bárbara e Iracema
Casitas Cubanas
Porto Seguro / Bicos-de-pena
Repetróglifos Caribenhos
Tiradentes / Bicos-de-pena
Uma Primavera Americana
Tiradentes Revisitada
Flores Novíssimas
Pinturas Recentes
Flores Cubanas
Jarros de Flores
O Brasil Nunca Mais o Brasil
Tiradentes, o Animoso Alferes
Caraíva dos Reflexos
A Dança do Tamanduá Bandeira
Califórnia / San Simeon
Porto Seguro
Cavalo de Tiradentes
Trancoso, Casinhas e Marinhas
O Tarot de Oscar Araripe
Ceará / Marinhas, Araripe, Bárbara e Iracema
Casitas Cubanas
Porto Seguro / Bicos-de-pena
Repetróglifos Caribenhos
Tiradentes / Bicos-de-pena
Uma Primavera Americana
Tiradentes Revisitada
Flores Novíssimas
Exposições
Currículo
Vida, Literatura e Afins
Literatura
O Pintor
A Dança do Tamanduá Bandeira
Califórnia / San Simeon
Porto Seguro
Cavalo de Tiradentes
Trancoso, Casinhas e Marinhas
O Tarot de Oscar Araripe
Ceará / Marinhas, Araripe, Bárbara e Iracema
Casitas Cubanas
Porto Seguro / Bicos-de-pena
Repetróglifos Caribenhos
Tiradentes / Bicos-de-pena
Uma Primavera Americana
Tiradentes Revisitada
Flores Novíssimas
Pinturas Recentes
Flores Cubanas
Jarros de Flores
O Brasil Nunca Mais o Brasil
Tiradentes, o Animoso Alferes
Caraíva dos Reflexos
A Dança do Tamanduá Bandeira
Califórnia / San Simeon
Porto Seguro
Cavalo de Tiradentes
Trancoso, Casinhas e Marinhas
O Tarot de Oscar Araripe
Ceará / Marinhas, Araripe, Bárbara e Iracema
Casitas Cubanas
Porto Seguro / Bicos-de-pena
Repetróglifos Caribenhos
Tiradentes / Bicos-de-pena
Uma Primavera Americana
Tiradentes Revisitada
Flores Novíssimas

Oscar Araripe, por Jacob Klintowitz, para exposiçao em Harvard

“Oscar Araripe é o inventor do “Pessoalismo” ou da “New fine art”. Segundo o pintor, o pessoalismo consiste na afirmação do universo da pessoa do artista e se propõe reanimar as belas artes, inovando e reafirmando seus valores eternos. Araripe se apropriou, e introduziu na Pintura, a vela náutica (dracon poliester) como suporte (1984). A vela náutica, além de mais resistente, ao contrário da tela de algodão ou linho, não permite o desenvolvimento de fungos nem o craquelê e, por ser sintética, harmoniza-se perfeitamente com as tintas sintéticas. Introduziu ainda o film laser (como substituto do papel vegetal, onde também inovou) e desenvolveu técnicas próprias, como as transparências obtidas pelas pinturas por trás dos suportes, o uso dos markers e da aquarela acrílica e dos efeitos em 3D. Tais inovações permitiram-lhe, inclusive, expor permanentemente ao ar-livre grandes telas, com estruturas de ferro como moldura. Sua obra Extinção Nunca Mais, por exemplo, exposta durante a Conferência das Nações Unidas, Eco-92, no Jardim Botânico do Rio de Janeiro, Brasil, atingiu público estimado de 2 milhões.”

O pintor Oscar Araripe e a construção do ser

O enigma e a magia que nos envolve ao entrar em contato com a pintura de Oscar Araripe talvez tenha uma causa bem definida. Entretanto, conhecê-la, não elimina o mistério. O olhar continua impregnado de encantamento, pois certa opacidade no tratamento dos seus temas torna o seu trabalho extremamente matérico. O tema está presente em toda a superfície do suporte e pode-se dizer que ele se inicia e termina em toda a parte e esta onipresença é imensamente enigmática e sedutora. Os seus personagens são símbolos do herói clássico, como se viu no seu já clássico retrato de Tiradentes, o mártir da independência do Brasil. E as suas flores, recorte conceitual da saudade do Paraíso, é uma visão renovada do Novo Mundo e uma proposta existencial de futuro. E, em tudo, o nosso olhar abarca uma superfície que parece infinita e que, à semelhança do infinito, não tem começo e nem fim.

Oscar Araripe é um caso raro na arte, já que a sua obra é assumidamente simbólica e o seu processo de construção é tecnicamente inovador. Em 1984 o pintor introduziu a vela náutica (dracon poliéster) como suporte e o uso de tintas sintéticas como o melhor sistema para construir a imagem. O resultado é que a sua pintura, feita em tela, pode ser exposta permanentemente ao ar livre. É resistente à natureza. E oferece uma nova perspectiva de exposições, murais e contato com o público. O que resultou em um contato com milhares de pessoas. Esta técnica em seu procedimento gestual aproxima-se da aquarela já que não permite a correção. Delicadeza e permanência.

Parecia inconciliável esta junção da inovação tecnológica e da concepção simbólica da realidade. Não parece mais. Oscar Araripe faz o retrato do Brasil, desde a imaginação europeia sobre o Novo Mundo, até a auto-percepção do Brasil atual na qual consta a prodigalidade dos seus recursos naturais e a beleza inestimável da sua natureza. De certa maneira, ao juntar a inovação tecnológica e uma nova perspectiva para a pintura no século vinte e um e a ênfase no universo abrangente da imaginação simbólica e a sua possibilidade de agregar o futuro ao histórico, o artista traça a sua própria e original trilha e oferece ao público a prospectiva de um tempo paradisíaco.

É possível que a formação renascentista de Oscar Araripe tenha contribuído para a construção deste universo, já que no seu percurso pessoal ele foi e é escritor, jornalista, jurista, político e pintor. E que tenha como conceito da função do artista encontrar o “pessoalismo”, uma aventura em busca da identidade única do ser. O resultado, para nós, é a criação de um universo onde todas as coisas são harmônicas e no qual, de maneira permanente, podemos encontrar o mistério e a plenitude.

Jacob Klintowitz (28.06.1941), crítico e editor de arte. É autor de 178 livros sobre teoria de arte, arte brasileira, monografias de artistas, ficção e livros de artista. E escreveu mais de 3.000 artigos. Membro da Associação de Críticos de Arte do Brasil e da Associação Internacional de Críticos de Arte.

 

"Araripe is the inventor of "Persoalism" or "New fine art". According to the painter, persoalism consists in affirming the universe of the person of the artist and proposes to revive the fine arts, innovating and reaffirming their eternal values. Araripe appropriated, and introduced in Painting, nautical sail (dracon poliester) as support (1984), which allows him to hold permanent out-doors exhibitions. The nautical sail, in addition to being more resistant, unlike cotton or linen, does not allow the development of fungi nor craquelê and, being synthetic, perfectly harmonizes with the synthetic paints. He has also introduced the laser film (as a substitute for the vegetable paper, where he also innovated) and developed his own techniques, such as transparencies obtained by the paintings behind the supports, and the use of markers and acrylic watercolor and 3D effects. His artwork Extinction Never Again, for example, a permanent outdoor exhibition during the United Nations Conference, UN Eco-92, at the Botanic Garden of Rio de Janeiro, Brazil, has reached an estimated audience of 2 million."

 

Jacob Klintowitz (28.06.1941), critic and art editor. He is the author of 178 books on art theory, Brazilian art, monographs of artists, fiction and artist's books. And he wrote more than 3,000 articles. Member of the Association of Art Critics of Brazil and the International Association of Art Critics.

 

The painter Oscar Araripe

and the construction of the being.

 

The enigma and magic that surround us when we come into contact with the painting of Oscar Araripe may perhaps have a well-defined cause. However, even knowing what it is, the mystery remains. Our sight goes on being suffused with enchantment, for a certain opacity in the treatment of his themes makes his work extremely ‘materic’. The theme is present all over the surface of the support, and it can be said that it starts and finishes in every part; this omnipresence is immensely enigmatic and seductive. His characters are symbols of the classical hero, as can be seen in his by now classic portrait of Tiradentes, the martyr of Brazil’s independence struggle. And his flowers, a conceptual expression of our nostalgia for Paradise, are a renewed vision of the New World and an existential proposal for the future. In everything, our eye rests on a surface that seems infinite and that, like the infinite, has neither start nor finish.

Oscar Araripe is a rare case in art, as his work is openly symbolic and his process of construction is technically innovative. In 1984 the painter introduced sailcloth (Dacron polyester) as a support, and synthetic paints as the best system for creating the image. The result is that his painting, done on sailcloth, can be permanently exhibited in the open air. It is resistant to the elements. And it offers a new view of exhibitions, murals and contact with the public, which has resulted in contact with thousands of people. This technique, in its gestural procedure, is close to watercolor, since it does not allow corrections. Delicacy and permanence.

This juncture between technological innovation and a symbolic conception of reality seemed irreconcilable. It no longer does. Oscar Araripe paints the portrait of Brazil, from the European imagination of the New World up to today’s self-perception of Brazil, in which we find the prodigality of its natural resources and the inestimable beauty of its nature. In a certain way, by joining technological innovation and a new perspective for painting in the 21st century, an emphasis on the far-reaching universe of the symbolic imagination, and its possibility of adding the future to the historical, the artist traces out his own original path and offers the public the prospect of a paradisiac time.

It is possible that the Renaissance background of Oscar Araripe may have contributed to the construction of this universe, since in his personal journey he has been and is a writer, journalist, jurist, politician and painter. And that he has, as his conception of the artist’s function, the finding of ‘pessoalismo’, an adventure in search of the unique identity of the being. The result, for us, is the creation of a universe where all things are harmonious, and in which we can permanently find mystery and plenitude.

Jacob Klintowitz (b. 06/28/1941) is an art critic and publisher. He is the author of 178books on the theory of art, Brazilian art, monographs on artists, fiction, and artists’ books, as well as having written more than 3,000 articles. He is a Member of the Brazilian Association of Art Critics and of the International Association of Art Critics.

 

 

Artigos
 
Início Algumas Exposições Coleções Posters O Pintor Minha Vida de Pintor Artigos A Fundação Arte para Salas de Aula Links Contato
A Dança do Tamanduá Bandeira
Califórnia / San Simeon
Porto Seguro
Cavalo de Tiradentes
Trancoso, Casinhas e Marinhas
O Tarot de Oscar Araripe
Ceará / Marinhas, Araripe, Bárbara e Iracema
Casitas Cubanas
Porto Seguro / Bicos-de-pena
Repetróglifos Caribenhos
Tiradentes / Bicos-de-pena
Uma Primavera Americana
Tiradentes Revisitada
Flores Novíssimas
Pinturas Recentes
Flores Cubanas
Jarros de Flores
O Brasil Nunca Mais o Brasil
Tiradentes, o Animoso Alferes
Caraíva dos Reflexos
A Dança do Tamanduá Bandeira
Califórnia / San Simeon
Porto Seguro
Cavalo de Tiradentes
Trancoso, Casinhas e Marinhas
O Tarot de Oscar Araripe
Ceará / Marinhas, Araripe, Bárbara e Iracema
Casitas Cubanas
Porto Seguro / Bicos-de-pena
Repetróglifos Caribenhos
Tiradentes / Bicos-de-pena
Uma Primavera Americana
Tiradentes Revisitada
Flores Novíssimas
Exposições
Currículo
Vida, Literatura e Afins
Literatura
O Pintor
A Dança do Tamanduá Bandeira
Califórnia / San Simeon
Porto Seguro
Cavalo de Tiradentes
Trancoso, Casinhas e Marinhas
O Tarot de Oscar Araripe
Ceará / Marinhas, Araripe, Bárbara e Iracema
Casitas Cubanas
Porto Seguro / Bicos-de-pena
Repetróglifos Caribenhos
Tiradentes / Bicos-de-pena
Uma Primavera Americana
Tiradentes Revisitada
Flores Novíssimas
Pinturas Recentes
Flores Cubanas
Jarros de Flores
O Brasil Nunca Mais o Brasil
Tiradentes, o Animoso Alferes
Caraíva dos Reflexos
A Dança do Tamanduá Bandeira
Califórnia / San Simeon
Porto Seguro
Cavalo de Tiradentes
Trancoso, Casinhas e Marinhas
O Tarot de Oscar Araripe
Ceará / Marinhas, Araripe, Bárbara e Iracema
Casitas Cubanas
Porto Seguro / Bicos-de-pena
Repetróglifos Caribenhos
Tiradentes / Bicos-de-pena
Uma Primavera Americana
Tiradentes Revisitada
Flores Novíssimas
Arte nas Escolas / Arte-educação é fundamental / Educa, ensina, sensibiliza e eleva os professores e os alunos.
Escola Caracol / Porto Alegre / RGS
A Dança do Tamanduá Bandeira
Califórnia / San Simeon
Porto Seguro
Cavalo de Tiradentes
Trancoso, Casinhas e Marinhas
O Tarot de Oscar Araripe
Ceará / Marinhas, Araripe, Bárbara e Iracema
Casitas Cubanas
Porto Seguro / Bicos-de-pena
Repetróglifos Caribenhos
Tiradentes / Bicos-de-pena
Uma Primavera Americana
Tiradentes Revisitada
Flores Novíssimas
Pinturas Recentes
Flores Cubanas
Jarros de Flores
O Brasil Nunca Mais o Brasil
Tiradentes, o Animoso Alferes
Caraíva dos Reflexos
A Dança do Tamanduá Bandeira
Califórnia / San Simeon
Porto Seguro
Cavalo de Tiradentes
Trancoso, Casinhas e Marinhas
O Tarot de Oscar Araripe
Ceará / Marinhas, Araripe, Bárbara e Iracema
Casitas Cubanas
Porto Seguro / Bicos-de-pena
Repetróglifos Caribenhos
Tiradentes / Bicos-de-pena
Uma Primavera Americana
Tiradentes Revisitada
Flores Novíssimas
Exposições
Currículo
Vida, Literatura e Afins
Literatura
O Pintor
A Dança do Tamanduá Bandeira
Califórnia / San Simeon
Porto Seguro
Cavalo de Tiradentes
Trancoso, Casinhas e Marinhas
O Tarot de Oscar Araripe
Ceará / Marinhas, Araripe, Bárbara e Iracema
Casitas Cubanas
Porto Seguro / Bicos-de-pena
Repetróglifos Caribenhos
Tiradentes / Bicos-de-pena
Uma Primavera Americana
Tiradentes Revisitada
Flores Novíssimas
Pinturas Recentes
Flores Cubanas
Jarros de Flores
O Brasil Nunca Mais o Brasil
Tiradentes, o Animoso Alferes
Caraíva dos Reflexos
A Dança do Tamanduá Bandeira
Califórnia / San Simeon
Porto Seguro
Cavalo de Tiradentes
Trancoso, Casinhas e Marinhas
O Tarot de Oscar Araripe
Ceará / Marinhas, Araripe, Bárbara e Iracema
Casitas Cubanas
Porto Seguro / Bicos-de-pena
Repetróglifos Caribenhos
Tiradentes / Bicos-de-pena
Uma Primavera Americana
Tiradentes Revisitada
Flores Novíssimas