Textos

Textos

CCJE/UFRJ aprova por unanimidade Honoris Causa a Oscar Araripe

Parecer CCJE /UFRJ sobre Honoris Causa a Oscar Araripe

Fernandinha Meireles em Live com Oscar Araripe sobre os 120 anos de Cecília Meireles

Antonio Serra sobre Honoris Causa a Oscar Araripe

WhatsApp / Jacob Klintowitz # Oscar Araripe

FND aprova Honoris Causa a Oscar Araripe

Anna Maria Ramalho noticia Honoris Causa a Oscar Araripe

Diário de Petrópolis - FND concede Honoris Causa a Oscar Araripe

Dr. Flavio Martins Relata a favor de Honoris Causa a Oscar Araripe

Ancelmo / O Globo /

IAB comemora Honoris Causa a Oscar Araripe

CACO vota a favor de Oscar Araripe / íntegra do voto

Professor Sebastião Amoedo lê carta do Conselho de Minerva de apoio a Oscar Araripe na reunião da Congregação da FND

Oscar Araripe agradece a aprovação de seu título Honoris Causa da UFRJ

OAB apoia Honoris Causa a Oscar Araripe

Conjur replica IAB / Honoris Causa a Oscar Araripe

Oscar Araripe suspensão na FND / Correio da Manhã / 1964 / http://memoria.bn.br/DocReader/Hotpage/HotpageBN.aspx?bib=089842_07&pagfis=56632&url=http%3A%2F%2Fmemoria.bn.br%2Fdocreader&fbclid=IwAR1jUb

Alumni-FND e Conselho de Minerva tornam a pedir Honoris Causa a Oscar Araripe

Paulo Abrão apoia Honoris Causa a Oscar Araripe

IAB Nacional apoia Honoris Causa a Oscar Araripe

Revista Plurale / Oscar Araripe, Menestrel da Justiça, por Gustavo Tepedino

Indicação Oscar Araripe ao título de Doutor Honoris Causa da UFRJ

Nota Pública em apoio à aprovação de Oscar Araripe ao título de Dr. Honoris Causa da UFRJ

Conjur / entidades cobram Honoris Causa para Oscar Araripe

Oscar Araripe / Uma Causa que nos Honra / Aditamento ao recurso

Diário de Petropolis / Entidades cobram Honoris Causa para Oscar Araripe

Aluno da FND pede ao CACO apoio público a Oscar Araripe

Marcio Marques de Araujo / Direitos Humanos / Câmara dos Deputados / Honoris Causa a Oscar Araripe

Alumni-FND e Conselho de Minerva da UFRJ / Recurso Oscar Araripe Dr. Honoris Causa

Conselho de Minerva/ Carta Aberta à FND / Honoris Causa para Oscar Araripe

Gustavo Tepedino : Oscar Araripe, Menestrel da Justiça

As flores de Araripe / Ivanna Fabiani

Tiradentes / O Rosto que surge / Oscar Araripe

Flores para a Vida / Oscar Araripe / texto Airton Reis

Oscar Araripe / Flores Tombadas / texto de Jacob Klintowitz

Flores Tombadas / Oscar Araripe

Oscar Araripe / Entrevista ao jornal português Bom Dia

Oscar Araripe por Oscar D'Ambrosio

Poeta Airton Reis homenageia Oscar Araripe

O Jardim de Oscar Araripe, vdeo de Matheus Amorim

Oscar Araripe / Poema à Tiradentes

Posse da Diretoria do CACO - 1964

Oscar Araripe - depoimento : 72 anos da Escolinha de Arte do Brasil

Video Oscar Araripe - Flores para Harvard / Flowers for Harvard - link

Oscar Araripe por Lilian Newlands / Quarentena news

Jane Duboc homenageia Oscar Araripe com conto.

Revista Encontro / Oscar Araripe / Julho 2020

Tiradentes Rediviva / Oscar Araripe

As flores de Oscar Araripe / Revista Plurale

Oscar Araripe / Semeando flores

Oscar Araripe por Mauro Tunes Jr.

Oscar Araripe por Carlos Perktold

Oscar Araripe por Eduardo Mahon in Editorial da Revista PIX?, número 10, janeiro de 2020.

Oscar Araripe por Marlia Beatriz de Figueiredo Leite - in Revista Literária PIX?, número 10, Janeiro 2020

V Festa Nacional da Liberdade / BSB flashs

Oscar Araripe é indicado Doutor Honoris Causa da UFRJ

Colunista Anna Ramalho noticia presença vip inauguração da Galeria Pessoal Oscar Araripe

Revista Plurale noticia abertura da Galeria Oscar Araripe Collecion

BH Eventos noticia inauguração da Galeria Pessoal de Oscar Araripe no Ponteio.

Memria do Judicirio publica livro sobre o Tiradentes de Oscar Araripe, entronizado na nova sede do TJMG.

Convite inaugurao da Galeria Pessoal Oscar Araripe / Collection

Inaugurao da Galeria Pessoal Oscar Araripe / Collection

Artigo de Nairo Almari cita opinio de Oscar Araripe

Oscar Araripe expe em Pequim

Kleber Lago, poeta / Antonio Ceschin, poeta / Oscar Araripe, aniversariante.

Silvan Alves entrevista Oscar Araripe

Convite Escola Espao Arte

Oscar Araripe / Trs Borboletas / 2019

Oscar Araripe assina manifesto de Harvard

Oscar Araripe e Cidinha Araripe / Central Park - New York / Primavera de 2019

Oscar Araripe / Flowers for Harvard / Lembranças

Oscar Araripe / Flowers for Harvard / Lembranças...

Oscar Araripe / Flowers for Harvard / Lembranças...

Oscar Araripe / Flowers for Harvard / Lembranças...

Oscar Araripe / Flowers for Harvard / Lembranças...

Oscar Araripe / Flowers for Harvard / Lembranças...

Flowers for Harvard no MIT, Massachuttssets Institute of Technology, Cambridge

Oscar Araripe diante do Harvard Science Center / Harvard University / abril de 2019

Inaugurao da exposio Flowers for Harvard no Harvard Science Center de Harvard

Exposio Flowers for Harvard / Inaugurao / Art Gallery da Leverett House, Harvard University

Oscar Araripe realiza workshop de como pintar na vela nutica para estudantes da Harvard University

Encontro com Heloisa Galvo em Harvard

Tela leiloada de Oscar Araripe entronizada no MIT, em Cambridge.

Tela de Oscar Araripe é entronizada no David Rockfeller Center for Latin American Studies, em Harvard

Oscar Araripe palestra / Library Theatre / Leverett House, Harvard University

Oscar Araripe / The Monroe C. Gutman blog Harvard University

Oscar Araripe / blog Beth Morin

Oscar Araripe / Flores para Harvard / Blog da Lena

Oscar Araripe / Deskgram / abril 2019

Oscar Araripe / Spot in Massachuttsses

Oscar Araripe / David Rockfeller Center for Latin American Studies

Oscar Araripe / Flowers for Harvard / Achei USA

Oscar Araripe / Rota Cultural / Flores para Harvard

Oscar Araripe / The Harvard Crimson

Oscar Araripe / Blog do Patrício Nunes

Convite Harvard

Cidinha Araripe / Oscar Araripe / Saudação Flores para Harvard

Pedro Farias / Brazil Conference / Saudação a Oscar Araripe / Flores para Harvard

Peter Rodenbeck / Saudação a Oscar Araripe / Flores para Harvard

Saudação a Oscar Araripe / Brian D. Farrel e Irina Ferreras

Oscar Araripe / Gratidão à Harvard

Sergio Rouanet on Oscar Araripe / Flowers for Harvard Exihbition

Jacob Klintowitz / sobre catálogo Oscar Araripe / Harvard

Posse da diretoria do CACO 1964 / Oscar Araripe

Sobre as flores de Oscar Araripe / Um apanhado crítico

Ecos da Festa Nacional da Liberdade 2018 / coluna Claudia Simões / Gazeta de São João del Rei / Novembro 2018

As flores de Oscar Araripe, por Enock Sacramento

Oscar Araripe, por Jacob Klintowitz, para exposiçao em Harvard

De Jane Duboc para Cidinha e Oscar Araripe

Oscar Araripe / Gazeta de São João del Rei / Ouro Preto

Oscar Araripe / Cidadão Honorário de Ouro Preto

Oscar Araripe em Brasília e Harvard

O Brasil Nunca Mais o Brasil / Justificativa

Oscar Araripe é o homenageado da Bienal das Artes de Brasília 2018

Retrato de Barbara de Alencar

Oscar Araripe / Jornal Bom Dia / Portugal

Oscar Araripe / Inhontin - O Jardim da Corrupção

Revista Plurale / 3ª Festa Nacional da Liberdade

Mensagem de Elizabeth e Mário Cupello a Oscar Araripe / Sobre Tiradentes

Saudação de Oscar Araripe no lançamento do documentário Tiradentes na Faculdade Nacional de Direito -FND

De Auro Maia Andrade para Oscar Araripe / sobre Tiradentes

Os Tiradentes de Oscar Araripe / Ecos da exbição em Ouro Preto

Oscar Araripe agradece ao TJMG a entronização do painel Tiradentes

Presidente do TJMG, Herbert Carneiro, discursa na entrega do painel Tiradentes, de Oscar Araripe

Oscar Araripe é entrevistado pelo TJMG

BH Eventos - entronização do painel Tiradentes de Oscar Araripe no TJMG

Oscar Araripe por Luiza Miranda / BH Eventos

Tiradentes de Oscar Araripe é entronizado no TJMG / Claudia Simões / Gazeta de São João del Rei

Oscar Araripe no TJMG / cobertura BH Eventos

Associação dos Magistrados Mineiros participa no TJMG da entronização do painel de Oscar Araripe

Palácio da Justiça recebe obra de Oscar Araripe

BH eventos / Araripe entroniza seu Tiradentes no TJMG

TJMG inaugura painel Tiradentes, de Oscar Araripe

Saudação de Oscar Araripe na entronização de seu painel Tiradentes no TJMG

Foto oficial do painel Tiradentes, de Oscar Araripe, no TJMG / Crédito das fotos: Renata Caldeira/TJMG

Depoimento de Cidinha Araripe no catálogo comemorativo da entronização do painel Tiradentes, o Animoso Alferes, de Oscar Araripe.

O Tiradentes de Araripe no TJMG / por Rogerio Medeiros Garcia de Lima

O Tiradentes de Oscar Araripe por Auro Maia de Andrade

O Tiradentes de Oscar Araripe por Afrânio Vilela

O Tiradentes de Oscar Araripe no Tribunal de Justiça de Minas Gerais / por Mário Margutti

O Tiradentes de Araripe é entronizado no TJMG

O Tiradentes de Oscar Araripe por Jacob Klintowitz

TJMG recebe Oscar Araripe

A Glauce Rocha que eu conheci / Oscar Araripe

Revista Doc questiona Oscar Araripe / Wendell Giudicci e Guta Lacerda

Oscar Araripe / Eric Ponty ?Movimento Cult

Jacob Klintowitz / Apresentação livro Eric Tirado / Oscar Araripe

Oscar Araripe / Cidadão Honorário de Minas / Informativo da AVL

Oscar Araripe por Beto Melodia

Claudia Simões / Afrânio Vilela, Cidadão Honorário de Tiradentes - Cidinha e Oscar Araripe...

Oscar Araripe / Medalha Lyda Monteiro da Silva / Coluna Claudia Simões

Oscar Araripe é entrevistado pelo BH News

Tiradentes segundo Oscar Araripe / Jacob Klintowitz

Oscar Araripe / Cidadão Mineiro / Coluna Acontece / Claudia Simões

Oscar Araripe recebe a Medalha Lyda Monteiro da Silva

Oscar Araripe na coluna Flaviana Leo

Ricardo Faria saúda Oscar Araripe / Cidadão Honorário de Minas Gerais

Ricardo Faria, Secretário de Turismo de Minas, homenageia o pintor Oscar Araripe / Portal 135

Oscar Araripe recebe o Título de Cidadão Honorário de MG das mãos dos Deputados Ricardo Faria e Geraldo Pimenta.

Desembargador Afrânio Vilela saúda Oscar Araripe / Cidadão Honorário de MG

Oscar Araripe recebe título de Cidadão Honorário em Sessão Especial da ALMG

Mensagem do ICVRP a Oscar Araripe / Cidadão Honorário de Minas Gerais

Oscar Araripe / Cidadão Honorário de Minas Gerais

Oscar Araripe por Jacob Klintowitz in apresentação do Catálogo da Bienal das Artes de Brasília / Sesc-df

Jacob Klintowitz, Cristina Portella e Oscar Araripe / uma conversa

Walter Sorrentino recebe a Comenda da Resistência Cidadã, da Alumni-FND e Fundação Oscar Araripe

Fundação Oscar Araripe indica Walter Sorrentino para receber a Comenda da Resistência Cidadã

Jacob Klintowitz / Oscar Araripe / Bienal de Brasília

Aomei Fine Arts Exhibition / Oscar Araripe / Gazeta de São João del Rei / Claudia Simões

Nossas Desculpas / Estudo para o embasamento/ Professor José Maurício de Carvalho

Radio China Internacional registra fala de Oscar Araripe

Aomei Exhibition Rio 2016 / Oscar Araripe discurso

Oscar Araripe no Museu Histórico Nacional / Aomei Exhibition

Coluna Elcio Nagano / O Povo de Fortaleza / Rogai por Nós

Oscar Araripe na Mostra Internacional Aomei Fine Arts 2016 - RIO

Oscar Araripe ganha o Título de Cidadão Honorário de Minas Gerais

Oscar Araripe nas Olimpíadas Rio 2016 / Claudia Simões

O Poeta e o Pintor / Nilo da Silva Lima / 2016

Oscar Araripe nas Olimpíadas Rio-2016

Feng Shui / As Flores de Oscar Araripe, por Cris Ventura

Poema de Marco Placido para Oscar Araripe

Oscar Araripe recebe de volta seu mandato no CACO, cassado pela Ditadura, em 1964

Devolução dos mandatos dos diretores do CACO cassados em 64

Oscar Araripe / Fora da Arte não há solução / Entrevista a Eder Fonseca

Murilo Mendes por Oscar Araripe

Cristiano de Sales / Oscar Araripe / Cildo Meireles e Inhotim

Oscar Araripe é diplomado Conselheiro Emérito do Conselho de Minerva da UFRJ

Oscar Araripe / As Flores / poema de Eric Ponty

Oscar Araripe / tripla homenagem

Discurso Oscar Araripe / agraciamento das Medalhas Tiradentes e da Resistência Cidadã

Oscar Araripe e mais 5 cidadãos das Vertentes serão condecorados / Gazeta de São João Del Rei

Oscar Araripe ganha a Medalha Tiradentes e a Medalha da Comenda da Resistência Cidadã

Oscar Araripe ganha a Medalha Tiradentes

Sobre a Lua Azul de Oscar Araripe / por Nilo Lima

Oscar Araripe: No entanto...

Oscar Araripe: Provocações para purificar o dinheiro / publicado em Pautando Minas em 12/6/2015

Oscar Araripe / O Semeador de Flores / Daniela Costa / Revista Encontro - junho 2015

Poema de Marco Plácido para Oscar Araripe

Oscar Araripe: Não é bom que Tiradentes morra / Revista Plurale

Oscar Araripe Home Gallery em BH

Oscar Araripe / Exposição Paris / Galerie Thuilier

Oscar Araripe ganha Medalha Pedro Ernesto / Convite

Oscar Araripe: Entrevista Pautando Minas

Oscar Araripe : Dirigismo na Cultura

Oscar Araripe : Crise e Ditadura

Oscar Araripe: Aonde, quando o dia do artista trabalhador?

Oscar Araripe : Flores. Pra não dizer que não falei...

Claudia Simões sobre Oscar Araripe / Gazeta de São João Del rei

Araripe, o mestre das Flores / por Claudia Simões

Flores de Oscar Araripe na capa do livro de Marcelo Sampaio de Alencar

Oscar Araripe ganha Medalha de Ouro em Londres / Arte em Ouro Preto

Arte em Ouro Preto replica notícia sobre o lançamento do livro O Direito à Arte, dedicado a Oscar Araripe

Oscar Araripe por Patrícia Lapertosa / Arte em Ouro Preto

João Carlos Assis Brasil / depoimento de Oscar Araripe

Oscar Araripe - depoimento de Alexandre Sávio

As flores de Oscar Araripe por Áttila Silva

Oscar Araripe é entrevistado por Suellen Ogando / Giro das Gerais

Oscar Araripe - Coleção de Natal

Araripismo, por Nilo Lima

Oscar Araripe / Tiradentes, o Animoso Alferes / Inauguração / Museu Antônio Perdigão

Lucien Ricaud e Genevieve Macé entregam o artbook Oscar Araripe ao Prefeito de Gordes, Maurice Chabert

Oscar Araripe

Oscar Araripe dans le Luberon - Vaucluse Matin - Lundi 5 août 2013

Oscar Araripe conversa com as crianças de Conselheiro Lafaiete

Oscar Araripe / Da Arte de Saltar / Jornal Miró em Darwin

Conversation en couleurs avec Oscar Araripe / Filomena Iooss / Brasilazur

Filomena Iooss / Oscar Araripe / Brasilazur

Oscar Araripe por Heloisa Magalhães / jornal Valor Econômico

Oscar Araripe por Clarissa Carvalhaes / Jornal Hoje em Dia

Oscar Araripe por Oscar D'Ambrosio / Exposição Flore, Paris / abril de 2013

Lilian Newlands sobre Oscar Araripe / Exposição Flore, Paris / Em Dia com a Cidadania / Márcia de Almeida

Oscar Araripe e Jack Lang / Paris / abril de 2013

Anna Ramalho / Jornal do Brasil / Inauguração exposição Flore, Paris / Oscar Araripe

Claudia Simões / Oscar Araripe Flore Paris / Notícia da inauguração / Gazeta de São João del Rei

Filomena Iooss / Parfum / Nice, France / Oscar Araripe

Galerie Teodora d'Art Contemporain - Paris / Oscar Araripe / Flore - de 11 a 7 maio 2013

Ambassade du Brèsil Paris / Oscar Araripe / Flore / Galerie Teodora d'Art Contemporain

Lettre de Beda e Franziska a Oscar Araripe e Cidinha / Peintures, fleurs, etc...

Oscar Araripe in Paris / Sergio Rouanet / Galerie Teodora d'Art Contemporain

Galerie Teodora / Paris / L'étincelle d'Oscar Araripe / Pierre Santos

Galerie Teodora / ? Paris, au Printemps, avec les fleurs d'Oscar Araripe / Sérgio Rouanet

Kleber Lago dedica poema sobre O Pintor a Oscar Araripe

O compositor Luis Carlos Sá brindou Oscar Araripe com o poema:

Teodora Galerie d'Art Contemporain cria página para a exposição FLORE de Oscar Araripe

Herbert Schubart sobre Araripe Jr., Sergio Rouanet e Oscar Araripe

Denise Almeida / sobre Oscar Araripe Flores Denise

Convite e vídeo da exposição FLORE, de Oscar Araripe, em Paris

Oscar Araripe por Walter Sorrentino

TV Campos de Minas / Lançamento de O Direito à Arte - homenagem a Oscar Araripe

TV Alterosa entrevista Oscar Araripe / Anistia política

Anistia para Oscar Araripe / Gazeta de São João Del Rei /7/12/2012 - Acontece Claudia Simões

Oscar Araripe, anistiado político

George Vidor noticia visita à Tiradentes em seu blog na Globo

Noite de Autógrafos / O Direito à Arte / Claudia Simões / Gazeta de São João Del Rei

Mário Cupello saúda Oscar Araripe / Lançamento do livro O Direito à Arte / Estudos em homenagem ao escritor e pintor Oscar Araripe

Elizabeth Cupello saúda Oscar Araripe / Lançamento de O Direito à Arte / Estudos em homenagem ao pintor e escritor Oscar Araripe

Wainer Ávila sobre a homenagem a Oscar Araripe - discurso

Lançamento do livro O Direito à Arte / Estudos em Homenagem ao pintor e escritor Oscar Araripe

Oscar Araripe é agraciado com a Comenda da Liberdade e Cidadania

Oscar Araripe por Elizabeth e Mário Cupello

Oscar Araripe por Pierre Santos

Oscar Araripe por José Muiños Piñeiro / Apresentação do Livro O Direito à Arte

Oscar Araripe por Cidinha Araripe, sua esposa

Oscar Araripe por Sergio Paulo Rouanet / prefácio para o livro O Direito à Arte

Oscar Araripe por Wainer Ávila

Claudia Simões noticia livro e exposição de Oscar Araripe em Paris

Oscar Araripe por Sérgio Rouanet

Oscar Araripe expõe nas Olimpíadas de Londres /Flores abraçam o Mundo

Oscar Araripe / Correio Braziliense / por Nahima Maciel

Oscar Araripe / Depoimento sobre a Contracultura / Site do Própio Bolso

Diário do Nordeste publica matéria sobre o artbook Oscar Araripe

Lançamento do artbook Oscar Araripe em São Paulo

José Antônio de Ávila Sacramento analisa o artbook Oscar Araripe

Pierre Santos analisa artbook de Oscar Araripe

Artbook Oscar Araripe - relação de Colecionadores - até Agosto 2011

Angelo Mendes Corrêa entrevista Oscar Araripe para a Verbo 21

As Flores de Oscar Araripe / poema de Nilo Lima

Mural de Oscar Araripe no México

Oscar Araripe por Patrícia Lapertosa

Oscar Araripe por Lilian Newlands / Revista Cultura Rio de Janeiro 26/10/2010

Depoimento e texto de Oscar Araripe, in catálogo exposição Flores, na Academia Brasileira de Letras

Flores de Oscar Araripe por Alexei Bueno

Acadêmico Wainer Ávila / Depoimento a Oscar Araripe sobre Tancredo Neves

CyberArtes / Oscar Araripe

Carta a Luciano Trigo II

Carta a Luciano Trigo

Não é bom que Tiradentes morra / Estado de Minas / 16/1/1996

Fundação da Academia de Letras Jurídicas /Claudia Simões 27/7/2009/ Gazeta de são João del-Rei

Oscar Araripe, un grand peintre brésilien / Oliver Page - Guide du Routard / France / photo : Nicolas Chalumeau

Oscar Araripe / sobre Flores / Mario Cupello

Tiradentes MG Oscar Araripe

Oscar Araripe / Maria na Terra de Meus Olhos / por Antônio Houaiss

Rouanet e Araripe / Ricardo Cravo Albin / O Dia

José Antônio Ávila Sacramento / Tiradentes

The Poet King Nezahualcóyotl, by Oscar Araripe

Oscar Araripe por Marcos Savini

Oscar Araripe por Frederico de Morais

Acontece /Claudia Simôes / Inauguração da Galeria da Fundação Oscar Araripe

Revista Museu / Inauguração da Galeria da Fundação Oscar Araripe

Tiradentes tem Primeira Mostra Modernista / Fundação Oscar Araripe

Gazeta de São João del Rei / Verdes Modernos / Fundação Oscar Araripe

Arte com classe / Verdes Modernos / Fundação Oscar Araripe

Bárbara Freitag, Sergio Rouanet, Cidinha e Oscar Araripe visitam o Instituto Francisca de Souza Peixoto / texto e foto de Monique Gardingo

Fundação Oscar Araripe / Tribuna de São João del Rei

Barbara Freitag / A vocação cultural de Tiradentes

O Rey Nezahualcoyotl, de Oscar Araripe

Beatriz e Milton Ribeiro por Oscar Araripe

Iracema, mãe do Brasil / Oscar Araripe

Eu e o rock

A Arte no Quadro Negro

A Casa de José de Alencar

Tristão Araripe, Estadista e Guerrilheiro

Tiradentes e Tristão

Oscar Araripe/Eu Promeu/trecho

Oscar Araripe Tarot Player/Ingles

Tiradentes/Depoimento Oscar Araripe

Oscar Araripe/Apresentação Exposição no Ceará

Oscar Araripe/Expo Ceará/Ingles

Vicente Botin on Oscar Araripe

Vicente Botin/Araripe del Colores

Oscar Araripe texto Retrato de Bárbara de Alencar/

Catas Altas/Cidinha e Oscar Araripe

Quintino Cunha, poeta de verdade

Patrícia Bildner/Depoimento Oscar Araripe

Parva sed Bona/Sobre José Augusto Bezerra

Oscar Araripe por Frederico de Morais

Oscar Araripe por Milton Ribeiro

Oscar Araripe por Wilson Lima

Oscar Araripe por Gustavo Praça

Oscar Araripe por Jean Boghici

Oscar Araripe por Hélio Carneiro

Oscar Araripe por Marylka Mendes

Oscar Araripe /Tiradentes/por Vicente Botin

Oscar Araripe por Manuel Noriega

Porto Seguro

Trancoso

Natividade

Tiradentes

Oscar Araripe por Márcio Cotrin

Oscar Araripe por Luiz Galdino

Oscar Araripe por Mario Margutti

Oscar Araripe por Alberto Beuttenmuller

O Pilar do Areião

Oscar Araripe por Tertuliano dos Passos

O Docodema/ texto acompanhante do Pilar do Docodema.

Oscar AraripeShortCVStatments

O Mausoléu de Castello Branco

O Centro de Fortaleza

Iracema no Ipu / Oscar Araripe

Exposições Oscar Araripe/ Setembro 2005

Dois Araripes

Vida,Literatura e Afins

Curriculum Oscar Araripe/Março 2005

Tiradentes/A Cidade/Depoimento Oscar Araripe

Bárbara de Alencar por Oscar Araripe / texto para retrato bico-de-pena e bandeira do Centro Cultural Bárbara de Alencar/2003

Avançar até Olinda

Até as Cores eram patrulhadas

Manifesto pela Av.Tristão Araripe

Tristão Araripe, Estadista e Guerrilheiro

O Centro de Fortaleza

A República é Nossa

A Fortaleza Cultural

Oscar Araripe por Izaura Rocha

Brasília ou a Ilha

Carta à Ana Amorin

Oscar Araripe por Ronaldo Carneiro Leão e Rê Rodrigues

Beatriz e Milton Ribeiro por Oscar Araripe

Oscar Araripe -" O importante não é pintar é ser pintor"

O jornal nosso de cada dia / Oscar Araripe

Tabuada Caribenha

Repetroglifos Caribeños / Oscar Araripe/Tradução Manuel Noriega

Tiradentes Revisitada / Manuel Noriega

Oscar Araripe em Cuba

Oscar Araripe/Absolute Arts/An American Springtime

Oscar Araripe/CV em Espanhol

Oscar Araripe sobre Alejo Carpentier

Os últimos dias de Fidel/ Oscar Araripe/ julho de 2005

Tiradentes Revisitada / Oscar Araripe / Julho 2005

Os ?ltimos Dias de Fidel II/ Oscar Araripe/ julho 2005

Tiradentes Revisitada/Oscar Araripe/ Espanhol/Tradução Manuel Noriega

Ipê Amarelo/Manuel Noriega

Oscar Araripe by Fernando Lemos

Oscar Araripe by Marylka Mendes

O Brasil nunca mais o Brasil / Oscar Araripe / Setembro de 2005.

Brazil never More Brazil by Oscar Araripe/ Septembre 2005

Milton Ribeiro e Beatriz Ribeiro por Oscar Araripe /dez 1999 / Para catálogo da Exposição do casal na Ilha Comprida/SP/Brasil/2000

Porto Seguro por Oscar Araripe / para catálogo da exposição Porto Seguro, no Museu de Porto Seguro/Bahia/Brasil/2002

Oscar Araripe by Vicente Botin / from the catalogue exhibition Flores para los vivos/ Galeria Rosa Giraldi/Juiz de Fora/Brazil/2003

Carta à Zizinha Nogueira, minha vizinha/ Oscar Araripe

Ascendência materna Oscar Araripe / resumida.

Caribbean Repetroglifos / Oscar Araripe/ English.

A Dança do Tamanduá Bandeira/ Oscar Araripe/ Para exposição do mesmo nome.

Oscar Araripe por Ronaldo Carneiro Leão e Rê Rodrigues

Uma Família chamada Alencar / Oscar Araripe

Caraíva dos Reflexos / Oscar Araripe

Reflected Caraiva Bahia Brazil / Oscar Araripe

Os Ossos de Tristão Araripe / Oscar Araripe

Os ossos de Tristão Araripe II / Oscar Araripe para Antônio Dantas de Alencar

Cartas a Vicente Botin I / Oscar Araripe /Cristo e Bin Laden

Carta a Vicente Botin II / Oscar Araripe / JB, Correio da Manhã, ?ltima Hora/ Roma

Carta a Vicente Botin III/ Oscar Araripe / Grace Kelly, Miguel de Unamuno, Anton Thecov

Carta a Vicente Botin IV / Oscar Araripe / Itaú sem Cultura

Carta a Oscar Araripe I /Vicente Botin / Botines a la deriva

Carta a Vicente Botin V / Oscar Araripe / Jules Dassin/ Aqueles lábios / Vinícius/Chico Buarque

Carta a Oscar Araripe II / Vicente Botin / Melina Mercouri/ Partido Comunista Espanhol

Carta a Vicente Botin VI /Alberto Dines / Oscar Araripe / A cor de Promeu

Carta a Vicente Botin / Para e de Oscar Araripe / O verdadeiro dinheiro é a Pintura

Carta a Vicente Botin VII/ Oscar Araripe / Deus e Itamar Franco

Carta a Vicente Botin VIII / Oscar Araripe / La Zarzuela, o Escorial, o Araripe

Carta a Vicente Botin IX / de e para Oscar Araripe / As pombas da Praça de Maio

Carta a Vicente Botin X / de e para Oscar Araripe / Federico Garcia Lorca e Antonio Machado

Carta a Oscar Araripe III / Vicente Botin / Viva las barricadas!

Carta a Vicente Botin XI / de e para Oscar Araripe / Literatura, pintura, por um novo leitor

Carta a Oscar Araripe IV / Vicente Botin / Viva la Vida !

Carta a Vicente Botin XII / Oscar Araripe / As cartas não mentem jamais

Carta a Vicente Botin XIII / de e para Oscar Araripe / As quatro pragas brasileiras

Carta a Vicente Botin XIV / de e para Oscar Araripe / A América sou eu

Carta a Vicente Botin XV / de e para Oscar Araripe / Araripe del colores

Carta a Vicente Botin XVI / de e para Oscar Araripe / As cartas não mentem jamais

Carta a Oscar Araripe V/ Vicente Botin / La Argentina c`est toi

Carta a Vicente Botin XVII / de e para Oscar Araripe / Borboletas e mariposas

Carta a Vicente Botin XVIII / de e para Oscar Araripe / Nossa limonada na TVE

Carta a Vicente Botin XIX / de e para Oscar Araripe / Como dizia Hugo Chaves...

Carta a Oscar Araripe VI / Vicente Botin / Botines y Piratas de Santander

Carta a Vicente Botin XX / de e para Oscar Araripe / Tauromaquias

Carta a Vicente Botin XXI / de e para Oscar Araripe / Vocês em La Habana

Carta a Vicente Botin XXII/ de e para Oscar Araripe / Idos de Março

Carta a Vicente Botin XXIII /de e para Oscar Araripe / Ron, ron, ron, la botella de ron...

Carta a Vicente Botin XXIV / de e para Oscar Araripe / Os seios de Sofia Loren

Carta a Vicente Botin XXV / de e para Oscar Araripe /Venados tuertos

Carta a Vicente Botin XXVI / de e para Oscar Araripe / A Nossa Grécia

Carta a Vicente Botin XXVII / de e para Oscar Araripe / Sobre o Eremitério

Carta a Vicente Botin XXVIII / de e para Oscar Araripe / Penetração em Miami

Carta a Vicente Botin XXIX / de e para Oscar Araripe / Goya e Lorca

Carta a Vicente Botin XXX / de e para Oscar Araripe / Idus de marzo II

Carta a Oscar Araripe VII / Vicente Botin / Idus de marzo II

Carta a Vicente Botin XXXI / de e para Oscar Araripe / La contracultura cest moi

Carta a Vicente Botin XXXII / de e para Oscar Araripe / Romantismo, Argentina

Carta a Vicente Botin XXXIII / de e para Oscar Araripe / O Ferreiro

Carta a Vicente Botin XXXIX / de e para Oscar Araripe / Latofagias

Carta a Vicente Botin XXXV / de e para Oscar Araripe / Marineros en tierra

Carta a Vicente Botin XXXVI / de e para Oscar Araripe / O Minotauro

Carta a Vicente Botin XXXVII/ de e para Oscar Araripe / La Habana, Salvador Dali e Fidel Castro, pergunta a Sérgio Rouanet

Carta a Vicente Botin XXXVIII / de e para Oscar Araripe / A Salvação da Imprensa

Carta a Vicente Botin XXXIX / de e para Oscar Araripe / Uma viagem ao Brasil

Carta a Vicente Botin XL/ de e para Oscar Araripe / Lula, César Vallejo, Don Antonio Machado

Carta a Vicente Botin XLI / de e para Oscar Araripe / Eva comeu cajá

Carta a Oscar Araripe VIII / e e para Vicente Botin / Jubilados na praia

Carta a Vicente Botin XLII / de e para Oscar Araripe / As cartas não mentem jamais... y los amigos, tampoco

Carta a Vicente Botin XLIII / de e para Oscar Araripe / Sublinhando o sublinhado

Carta a Vicente Botin XLIV / de e para Oscar Araripe / Flores Sol Vallejo Alonso

Carta a Vicente Botin XLV / de e para Oscar Araripe / jantar em Buenos Aires

Carta a Vicente Botin XLVI / de e para Oscar Araripe / Cícero Dias, Quevedo, Picasso, Voltaire

Carta a Vicente Botin XLVII/ de e para Oscar Araripe / Fórun Social Mundial, eu não mudei nada

Carta a Vicente Botin XLVIII / de e para Oscar Araripe / Maradona, Pelé, Bárbara de Alencar / Shangri-lá es luchar

Carta a Vicente Botin XLIX / de e para Oscar Araripe / ¿Una proposición indecente?

Carta a Vicente Botin XLV / de e para Oscar Araripe / O Brasil segundo Botin

Carta a Vicente Botin XLVI / de e para Oscar Araripe / Walt Whitman, Modigliani, Italo Calvino, Marco Polo e o Khan. Einstein

Carta a Vicente Botin XLVII / de e para Oscar Araripe / Van Gogh, Flaubert, Kafka

Carta a Vicente Botin XLVIII / de e para Oscar Araripe / Diabolices / Torquemada

Carta a Vicente Botin XLIX / de e para Oscar Araripe / Pintura versus Artes Plásticas

Carta a Vicente Botin XLX / de e para Oscar Araripe / Chico, Garrincha, Maradona, Marina Silva, Heloisa Helena

Carta a Vicente Botin XLXI / de e para Oscar Araripe / ¡Ojala supiera pintar!

Carta a Vicente Botin XLXII / de e para Oscar Araripe / Velásquez

Carta a Vicente Botin XLXIII / de e para Oscar Araripe / Na jungle da Imprensa

Carta a Oscar Araripe IX / de para Vicente Botin / Viagem ao Brasil

Carta a Vicente Botin XLXIV / de e para Oscar Araripe / Torquemadas II

Carta a Vicente Botin XLXV / de e para Oscar Araripe / Mirantão, Paris

Carta a Vicente Botin XLXVI / de e para Oscar Araripe / Datas bonitas

Carta a Vicente Botin XLXVII / de e para Oscar Araripe / O Ceará é aqui, Leonel Alencar

Carta a Vicente Botin XLXVIII / de e para Oscar Araripe / O dia em que Imprensa morreu

Carta a Vicente Botin XLXIX / de e para Oscar Araripe / Mainardi, Dines, os ódios de Deus

Carta a Vicente Botin XLXX / de e para Oscar Araripe / Araripe del colores

Carta a Vicente Botin XLXXI / de e para Oscar Araripe / Fidel, Tunga e Helio Oiticica

Carta a Vicente Botin XLXXII / de e para Oscar Araripe / Que linda és Trinidad !

Carta a Oscar Araripe X / de e para Vicente Botin / Repetroglifos Caribeños / Manuel Noriega, Vicente Botin

Carta a Oscar Araripe XI / de e para Vicente Botin/ Cosas veredes, amigo Sancho

Oscar Araripe / entrevista Jornal do Sol / Novembro de 2005 / Alerta na Cidade Histórica, Porto Seguro, Bahia

Tiradentes Revisitada / Oscar Araripe / por João Bosco de Castro Teixeira

FHC no lugar de Rouanet / Oscar Araripe / Estado de Minas /15/2/96

Tiradentes, festejemos Tiradentes / Oscar Araripe / Estado de Minas / 5/03/96

Não é bom que Tiradentes morra / Oscar Araripe / Estado de Minas /16/01/1996

Miró teria gostado de Jandr / Oscar Araripe / Estado de Minas / 27/12/1995

A morte do Abaporu, de Tarsila do Amaral / Oscar Araripe / Estado de Minas / 6/12/1995

Resplendor Amarillo / Manuel Noriega / texto inauguração da Galeria Resplendor Amarillo com Oscar Araripe

Eros / Oscar Araripe / Linha Cultural / Correio da Manhã / 1969

Nu / Oscar Araripe / Linha Cultural / Correio da Manhã / 1969

Amenidades, do verbo passar / Oscar Araripe / Linha Cultural / Correio da Manhã / 1969

Padrão, antipadrão / Oscar Araripe / Linha Cultural / Correio da Manhã / 1969-71

Oscar Araripe / Exposições /Abril de 2006

Tiradentes ao Vivo e passado a limpo / Oscar Araripe

Murilo Mendes por Oscar Araripe

Memória de Murilo

 

Oscar Araripe / abril de 2016

Murilo Mendes por Arpad

 

Um dos meus tipos inesquecíveis -  senão o mais inesquecível -,  foi Murilo Mendes, o poeta, o memorialista, o crítico de arte, o professor de literatura brasileira e portuguesa, o meu amigo de Roma.

Altíssimo, magérrimo, encurvado de tanto ler e escrever e suportar as agruras do mundo, mãos grandes, sem fim, finas e de pele fina, nariz e testa notáveis, olhar meiguíssimo, sempre de terno e gravata, fala mansa, pausada, um quê constante de irritação, mui atencioso e gentil.

Eis um pouco do Murilo das suas memórias em Idade do Serrote, 1968 e de sua consciente e constante preocupação em Contemplação de Ouro Preto, 1954 - e o vencedor do Prêmio Internacional de Poesia Etna-Taormina, 1972, o maior da Europa.

Contextualizemos: o reencontrei em 1965, por acaso, passeando na Piazza Navona. Todo o meu diretório, eleito, do CACO, o Centro Acadêmico da Faculdade Nacional de Direito, tinha sido cassado e suspenso e estava sendo perseguido pela Ditadura. Assim, precisando sair do país, consegui uma bolsa de estudos em Jornalismo, na Universidade Pro-Deo, de Roma. Ao mesmo tempo, fazia um free-lance para o Jornal do Brasil e para a revista teatral Palco e Platéia, uma publicação muito importante do teatro de resistência, à época.

Como era encantado pela poesia de Cecília Meireles e Manuel Bandeira logo me apaixonei pela figura e a obra de Murilo. Devo dizer que Murilo me fisgou primeiro por sua personalidade, depois por sua obra, muito sofisticada e de apreensão difícil. Mas, belíssima e muito original. Obra grandiosa!

Eu morava na pracinha de Santo Eustachio, ao lado do Panteão de Agrippa, a uns 10 minutos a pé da casa do Murilo, na Via del Consolato 6. No meio do caminho, a Piazza Navona, um dos lugares mais encantadores que conheci. Nela, a Embaixada do Brasil, no belíssimo Palazzo Doria Pamphili, construído entre 1644 e 1650 por Girolamo Rainaldi. Lindo, repito, mas nada amado, nem por mim nem por ele, pois ali morava o Embaixador da Ditadura. Conta-se que a Sra. Pamphili, parente do Papa Inocêncio X (Giovanni Battista Pamphili), se divertia atirando flechinhas envenenadas do alto de seu palácio nas pessoas que representavam as batalhas marítimas então encenadas na Navona inundada. Ou seja, a Embaixada Brasileira em Roma, nos tempos da Ditadura, por paralelismo, me lembrava o tempo todo esta história terrível de crueldade...

Mas, recordo muitos momentos felizes com Murilo, às vezes com sua mulher Saudade, nas manhãs e tardes que gozamos na Piazza Navona. Maria da Saudade, de nome tão portuguesamente belo, era filha do grande historiador português Jayme Cortesão. Vivia num ambiente intelectual, riquíssimo, por origem e pela vida com Murilo... mas, lá pelas tantas, no meio das intermináveis conversas, chegava-se às nossas mulheres e as convidava para um tour de comprinhas nas lojas de grife de Roma. Uma vez Murilo me disse que se apaixonou pelos braços e mãos de Saudade, antes mesmo que por ela, pois, neste dia de epifania romântica, em Cascais, na piscina do Cassino, em Lisboa, viu uns braços e umas mãos que nadavam e, zás, se apaixonou perdidamente.

Nosso Murilo se irritava profundamente com os carros nas ruas de Roma. Achava um absurdo que ruas tão estreitas, feitas para as pessoas andarem, estivessem entulhadas de carros. Um dia me disse que Henry Ford, o inventor do moderno automóvel, passaria para a História como o Inimigo Público nº 1 da humanidade. Imagine se vivesse hoje...

Às vezes nos sentávamos num banco da praça, por um bom tempo, conversando e se deliciando com o doce e vivaz rumor das águas que jorravam daquelas cascatas de fontes maravilhosas, imponentes ornamentos daquele local paradisíaco. A Piazza Navona é sem dúvidas o maior orgulho da Roma barroca, com elementos arquitetônicos e esculturas de mestres como Gian Lorenzo Bernini (A Fonte dos Quatro Rios), Francesco Borromini e Girolamo Rainaldi (Chiesa di Sant'Agnese in Agone, em frente à fonte de Bernini) e Pietro da Cortona (autor dos afrescos da galeria do Palazzo Pamphili). A lenda sugere que havia uma suposta rivalidade entre Bernini e Borromini, o que deve ser verdade. Pois ali estavam: os magníficos quatro grandes rios da Terra, o Amazonas entre eles. E também a linda Fontana del Moro, esculpida por Giacomo della Porta e retocada por Bernini, e a Fontana del Nettuno, de Gregory Zappala e Antonio Della Bitta. Belíssima. Era a minha preferida. Estava tudo ali: o mundo das águas fluviais de Iansã e o universo-oceano de Netuno.

Ambos gostávamos de visitar a Igreja de Santa Agnes e comentar o martírio da santa. Uma história terrível: um centurião romano invadiu uma catacumba e estuprou uma virgem cristã, imediatamente santificada por Deus, ou Jesus, não me lembro bem. A história era banal mas notável era a expressão de êxtase no rosto da moça após o estupro, um misto de santificação e prazer, não ficando muito claro qual dos dois estados predominava, talvez ambos. Pecado! Era mais, muito mais que isto: era a grandeza da arte da imagem. Quanto mais silenciosa mais dizia... 

Outras vezes ali almoçávamos ou tomávamos um simples café, se é que aquele maravilhoso café pudesse ser chamado de simples... às vezes, mais raramente, almoçávamos. Murilo só comia fileto de tachino, ou seja, peito de peru. Mas não abria mão de saber o que constava no cardápio. Como eu, detestava ler menu, de modo que Saudade, que era mulher sabida, lia e anunciava mais ou menos, sem honestidade, os pratos oferecidos. Assim: ia lendo um por um, com voz baixinha, até que chegando ao fileto de tachino o anunciava, em voz alta, olhando pro Murilo, que balançando a cabeça, o aceitava, como que quisesse se livrar daquele tormento de escolher o que comer. Ou seja, era um homem que não ligava para as mundanidades, me parecia. Seu gosto era mozartiano (ele adorava Mozart, como um deus genial, um deus ainda mais elevado que o próprio Deus, às vezes eu imaginava. Um deus menino, a serviço da arte, que a tudo redime e dá direção). Cristão fervoroso, mais cristão que católico, ia a missa e se comungava. Mas, à sua maneira. Minha impressão era que seu catolicismo partia da beleza e seu cristianismo era arcaico, no sentido de original, pobre, pleno de fé, de amor ao próximo, sendo o próximo o mais pobre, o mais oprimido, o mais injustiçado. Um cristianismo da Pessoa. Sendo eu militante da Ação Popular (AP), que unia o marxismo ao cristianismo e estudava o personalismo, era uma satisfação encontrar em Roma alguém que conhecesse tão profundamente o bom cristianismo como ele.

Belo Murilo. O conheci no Rio, na Casa de Rui Barbosa, apresentado pelo diretor de teatro Martin Gonçalves. Anos depois, já em Roma, o procurei, depois de um reencontro acidental, como disse, em plena Piazza Navova, aonde ia diariamente tomar meu café da manhã, geralmente com um supli de arroz frito, o mais barato que podia pagar. Ele me reconheceu, ficou feliz, pois gostava muito de Martin Gonçalves, e logo estávamos falando de arte, especialmente sobre pintura, para nós a rainha das artes, embora ele amasse muito a música clássica e a escultura, como eu, que à época, não era ainda um artista profissional.  Por três anos o frequentei. Tinha uma grande mágoa do Brasil. Há quinze anos fazia o papel de adido cultural de fato do Brasil na Itália, como professor de Literatura brasileira na Universidade de Roma e, mesmo assim, jamais ganhara um tostão do governo brasileiro. Nem nenhum reconhecimento oficial.  Todo artista ou intelectual de projeção, ou não, quando em Roma, o procurava. Nesta época Murilo já era o maior crítico de pintura da Itália. Sua casa tinha um quadro de Bartolomeu Murillo, o célebre pintor barroco espanhol (Uma Madona amamentando, com um jato de leite esguichando dos belos seios  direto na boca do Bambino Gesù. Imaginem!), telas de Capogrossi, Morandi, Miró, Arp, Vieira da Silva, Arpad, Braque, Magnelli, De Chirico, Max Ernst, Roualt, Picasso e outros. E alguns brasileiros, como Guignard, Ismael Nery (seu grande e talvez maior amigo), Cícero Dias, Volpi, Di Cavalcanti, Da Costa, Portinari. Entre todos um pintor maravilhoso que me transtornou, chamado.... Turcato, Gino Turcato. Que pintor maravilhoso! Nunca tinha ouvido falar dele, nunca mais ouvi falar. Enfim, era linda, importantíssima, a pinacoteca de Murilo Mendes e Saudade Cortesão. Toda formada por telas presenteadas ao casal pelos seus artistas amigos e admiradores.

Murilo gostava particularmente de passear por Roma, sentado no andar de cima de um ônibus circular que ia do Vaticano pelo Trastevere e depois voltava pela Piazza Veneza até Piazza di Spagna, e dali à Piazza Argentina, onde saltávamos e completávamos a percurso a pé, pois Via del Consolato era bem perto dali. Sentávamos na última fileira para não sermos incomodados e, acreditem, íamos comendo goiabada cascão e admirando as belezas de Roma, e das romanas, pois Murilo apreciava ver moça bonita, como eu, obviamente. Adorava goiabada cascão, de Juiz de Fora, preferivelmente; de modo que arte e goiabada, logo aprendi, podiam combinar muito bem. Mesmo em Roma.

A frente de seu apartamento, no mesmo andar, morava Audrey Hepburn com seu marido psicanalista. Como eu, talvez até mais que eu, Murilo era apaixonado por Audrey Hepburn. Quem não era? Sabia mais ou menos as horas de saída da linda atriz de nariz afilado e meigos olhinhos negros e, de quando em quando, esbarrava “acidentalmente” com ela. Uma vez assisti a um desses encontros. O marido estava presente. Murilo a cumprimentou e o marido respondeu agradecendo, por ela e por ele, como era costume na Itália. Não ouvimos a voz de La Audrey, só tivemos-lhe o sorriso. Ela se vestia elegante, parecia um biscuit, dir-se-ia poder quebrar-se tal a magreza e o tecido fino de sua pele muito branca. Tinha ganas de tê-la pra mim, solitário estudante que era naquela Roma da contestação e do eterno romantismo.

Anos depois, o mesmo Martin Gonçalves me deu um retrato a lápis do Murilo, feito pelo Arpad Szenes, que guardo em meu quarto, junto à cabeceira, como um tesouro. Nele vêem-se suas longas mãos, a curvatura de sua coluna, seu alto corpo magro, o grande nariz para os céus. Bravo Arpad! A grande atriz Maria Fernanda contou-me que os artistas brasileiros quando estavam sem dinheiro e viajando pela Europa iam visitar a pintora Vieira da Silva e seu marido, Arpad, no Vale do Loire, nas proximidades de Paris, e como eles ficassem muito satisfeitos com as visitas, pois gostavam muito do Brasil, país que os havia abrigado no exílio da Grande Guerra, davam de presente ricos originais de suas obras que, depois, se precisassem, podiam vender e pagar suas caras viagens. Meu retrato de Murilo era um destes presentes. Dado, acabou comigo, também presenteado. Nada melhor, pois gostava muito da linda pessoa, da irreverência e da elegância de Murilo. Ele acreditava num Deus inacreditável. Amava tudo que era moderno. Escreveu e viveu como um gênio, talvez por isso o Brasil o abandonasse. Mas sempre estive com ele. Como Roma, acho que Murilo é eterno, a despeito deste Brasil que não queremos e que já não suportamos.